Comentário de Manuela Synek: "Requalificação do eixo central para devolver o espaço público às pessoas"

15.06.2016

Tive a oportunidade de assistir a uma das sessões públicas que ocorreu no Mercado 31 de Janeiro, pelos interessados abrangendo as Freguesias das Avenidas Novas e Arroios, onde se debateu o projeto com as alterações finais.

 

A proposta foi chefiada por uma equipa técnica Arqto. Pedro Dinis sob a direção do Vereador do Urbanismo Arqto. Manuel Salgado. O empreendimento encontra-se em andamento no terreno, estando previsto a sua conclusão no final deste ano. Apesar do transtorno que está a causar no trânsito e utentes dos transportes públicos na redução de vias de circulação como sucede neste tipo de obras; a câmara está consciente do constrangimento no trânsito e está a fazer um esforço por minimizá-lo.

 

Este eixo estruturante para a cidade envolve as Praças do Saldanha e das Picoas sob o programa Uma Praça em cada Bairro. É nelas que o plano urbano/paisagístico mais irá sofrer alterações com sinais inovadores de equipamentos modernos.

 

A ideia consiste na valorização do espaço público numa compleição integrada, com a melhoria da qualidade de vida dos residentes e de quem nos visita. Prevê-se uma maior extensão da área pedonal de calçada artística; o melhoramento do coberto arbóreo e a introdução de pistas de ciclovia.

 

Existe a necessidade de começar a haver preocupações de ordem ambiental e ecológica. O objetivo central destina-se a embelezar o espaço urbano, torná-lo mais humano, mais próximo e amigo das pessoas, para que o espaço público seja o prolongamento da casa de cada um. 

 

Manuela Synek é historiadora e crítica de arte. A autora escreve, por opção, ao abrigo do novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa.

TAGS: Comentário , Manuela Synek , espaço urbano , requalificação do eixo central ,
Vai gostar de ver
VOLTAR