Pergunta & Resposta: David Santos (historiador de arte) + Luís Santiago Baptista (arquitecto)

15.05.2015

Pergunta:


«Numa contemporaneidade cada vez mais digital e online, o papel, como suporte de conteúdos de arquitetura, estará condenado?»


David Santos, historiador de arte e director do Museu do Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado

 

Resposta:

 

«Em 1964, o teórico dos media Marshall McLuhan afirmava “medium is the message”, salientando a natureza paradigmática das alterações introduzidas pela generalização de um media emergente. Tinha sido assim com a imprensa, era então assim com a televisão, seria depois assim com o computador. Com isto quero dizer que os meios impressos já sobreviveram a várias revoluções mediáticas. Mas a verdade é que, apesar dessa continuidade, essas revoluções obrigam necessariamente a uma redefinição do campo e das estratégias de acção. A emergência do digital e do online conquista terreno aos meios impressos, de arquitectura ou outros, com uma velocidade e intensidade antes inimagináveis. A sobrevivência do suporte físico parece estar em causa. Acho que é inevitável que parte significativa dos conteúdos transite do material para o digital. Nestes últimos, o alcance é exponenciado e a interactividade activada. O que é fascinante ao nível das novas possibilidades que abre. Mas existe também uma singularidade em cada medium existente que não é anulada pelos novos media. A experiência de uma revista em papel não é a mesma de uma revista num tablet. A relação com o corpo é substancialmente diferente. A definição da imagem não é equivalente. O formato e a textura não são tão normalizados. E no final o objecto físico ainda tem uma certa “aura”. Porém, nas publicações em papel nada será igual ao que foi. Tornar-se-ão eventualmente objectos mais raros e mais cuidados. E talvez, porque não, dispositivos momentâneos de escape à comunicação generalizada que nos envolve.» 

 

Luís Santiago Baptista, arquitecto e director da revista de arquitectura e arte, Arqua

TAGS: Pergunta & Resposta , David Santos , Director Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado , Luís Santiago Baptista , arquitecto , suporte digital , papel , arquitectura
Vai gostar de ver
VOLTAR